Erasmus+

5. Mobilidade de colaboradores e profissionais que trabalhem na área da juventude

Se for um professor ou se trabalhar numa empresa, pode ensinar numa instituição do estrangeiro e obter novas perspetivas profissionais, aumentando as suas redes de colaboração e contribuindo para a modernização e internacionalização dos sistemas europeus de educação e formação.

Os professores, os colaboradores não docentes ou os profissionais que trabalhem na área da juventude também podem realizar ações de formação no estrangeiro, incluindo cursos estruturados, formação linguística de orientação profissional, ações de formação e «job-shadowing» (observação em contexto de trabalho) no sentido de desenvolverem novos conhecimentos e ideias que possam pôr em prática quando regressarem.

Estas atividades podem durar entre dois dias e dois meses.


Como saber mais?

http://ec.europa.eu/programmes/erasmus-plus

Como me candidatar?

Se estiver interessado em candidatar-se, deve dirigir-se à organização/ instituição de ensino ou organização de jovens para a qual trabalha. Os colaboradores de empresas têm de ser convidados pela instituição de ensino superior onde pretendem dar aulas.


A quem se destina?

Colaboradores e profissionais que trabalhem na área da juventude:

  • Instituições de ensino superior (ou uma empresa).

  • Escolas.

  • Organizações de ensino e formação profissional.

  • Organizações de educação para adultos.

  • Organizações de jovens ou outros órgãos ativos no âmbito da juventude.


© European Union, 2014


Study in Poland