Estudos na Europa

miniatura Toulouse (Haute-Garonne, Midi-Pyrénées, France)
miniatura Bâtiment de l'ENSIBS, l'école d'ingénieur de l'Université de Bretagne Sud à Lorient, en France
miniatura Göttingen, Platz der Göttinger Sieben, University Library, SUB
6. Atire-se de cabeça
As pessoas que ainda não se fizeram à estrada da aprendizagem de uma língua estrangeira podem sentir-se ansiosas ou receosas, como quando olham para o mar e não sabem nadar. Mas estudar uma língua é um pouco como aprender a nadar: depois do primeiro mergulho, é surpreendentemente sempre a direito.
5. Mobilidade de colaboradores e profissionais que trabalhem na área da juventude
Se for um professor ou se trabalhar numa empresa, pode ensinar numa instituição do estrangeiro e obter novas perspetivas profissionais, aumentando as suas redes de colaboração e contribuindo para a modernização e internacionalização dos sistemas europeus de educação e formação.
Trabalhar no estrangeiro dentro da europa
A mobilidade profissional é importante e ajuda a equilibrar o mercado de trabalho. Por exemplo, as áreas em grande crescimento podem ter dificuldade em preencher todas as vagas, enquanto noutras regiões persiste uma elevada taxa de desemprego. Os europeus que estejam interessados e dispostos a viver e trabalhar no estrangeiro — ou mesmo a atravessar diariamente a fronteira de um país vizinho para irem trabalhar — podem ajudar a compensar esse desequilíbrio, ao mesmo tempo que usufruem de todos os benefícios de participarm numa cultura diferente da sua.
Privacy Policy